Carisma Franciscano e os Votos dos Consagrados

Entenda o carisma e os votos Franciscanos, o que representa cada voto para os membros da Toca, como é a preparação e aceitação dos votos consagrados

Por João Paulo Costa Jr.

Não há como falar dos votos de pobreza, castidade e obediência sem antes entender o carisma Franciscano que é a base de sustentação destes mesmos votos. A palavra carisma, vem do grego “cháris” que significa graça e dom divino.

Alicerçados pelo Evangelho e lembrando o que diz Mateus: “Onde dois ou mais estiverem reunidos em meu nome eu estarei no meio deles”(Mt 18,20) e “todo aquele que tenha deixado casa ou irmãos ou irmãs ou pai ou mãe ou filhos, ou terras, por causa do meu nome, receberá muito mais e herdará a vida eterna” (Mt 19.29), os Toqueiros se reúnem em Casas Fraternas e procuram se amar em plenitude como se fosse uma família de Deus. Todos os membros passam por um processo de consagração e após serem consagrados nos votos de pobreza, castidade e obediência, deixam seus nomes civis para trás, passando a assinar um nome religioso e a personificar neles próprios, estes ideais.

Para viverem suas vidas de cristãos pautadas na fé, na comunhão e no auxílio aos mais necessitados, é necessário entender o “Carisma Franciscano” que os chama a se consagrarem nos votos de pobreza, castidade e obediência. “Os votos que fazemos nos fortalecem na vivência de uma vida religiosa, isenta das coisas do mundo. “O que sinto por Deus e pelos irmãozinhos que ajudamos, é muito maior que à própria renúncia dos bens materiais e da carne.” afirma irmão Petrus, membro da Fraternidade Aliança São José, em Belo Horizonte.

Os três votos têm sua fonte na Sagrada Escritura e constituem a renúncia a valores efêmeros que devem ser sublimados de suas vidas. Assim, na radicalidade do Evangelho, indo aparentemente contra as concepções modernas de sociedade, onde detectamos grande egocentrismo, banalização do sexo, individualismo e apego aos bens materiais, os toqueiros e filhas da pobreza professam seus votos afirmando compromissos de vida com a prática da pobreza, castidade e obediência. “Nosso objetivo é viver uma vida religiosa de auxílio aos mais necessitados e diariamente nos ensinamentos de Cristo e pautados pelos votos, nos encontrarmos com Deus”, explica o irmão João Batista, membro da Toca em Belo Horizonte.

Os Votos

O voto de pobreza pode ser entendido como um voto em que o irmão consagrado se contenta humildemente com o necessário e esquece-se do supérfluo. Reparte o que tem e não cobiça aquilo que os outros possuem. É uma maneira sóbria de viver com simplicidade, sem ostentação e consiste em solidariedade com aqueles que têm ainda menos. É viver destituído de posses e praticar o desapego. “Viver na pobreza, é também colocar o tempo, os dons e nossos talentos a serviço da comunidade e da Fraternidade”  conta,  irmã Samira do Sítio Tão Sublime Sacramento, em Betim.

O voto de castidade é uma opção por uma vida sem casar, sem sexo e sem masturbação. “Sem o casamento e praticando o desapego da carne trabalha-se o espírito. O voto de castidade para mim não é problema, entrei para a Toca com 16 anos, não tive muita experiência. Sinto que ocupo muito melhor a mente, espírito e corpo com as coisas de Deus”  relata a noviça Tamires.
Deixando-se seduzir pelo Senhor, os membros da Toca renunciam ao matrimônio para se dedicarem a um único amor: o amor aos mais necessitados.

O voto de obediência, é o exercício de aceitar uma hierarquia estabelecida pela Fraternidade. É uma obediência ao plano de Deus, aos ritos e as consagrações. “A obediência consiste numa profunda atitude de escuta do que Deus fala no dia-a-dia” – explica o irmão Jeremias, membro da Toca de Assis, no bairro Enseada das Garças em Belo Horizonte.

ilustração por Joana Féres Ferreira, Toca de Assis

ilustração por Joana Féres Ferreira, Toca de Assis

About these ads

12 Comentários

Filed under Matérias

12 responses to “Carisma Franciscano e os Votos dos Consagrados

  1. etevaldo sampaio

    discordo um pouco do texto, sei que na biblía esta escrito ama teu proximo como ati mesmo, e lovavel o trabalho de você franciscanos, no entanto vejo que suas dotrinas não tem base biblicas e quando tem base biblícas as invertem, quando deus disse pra gente deixa o mundo e seguilo, não é para nos fecharmos de tudo e de todos, a biblía dis que tudo é lícito, mas nem tudo convem, outra coisa que sou contra a ceita de vocês, porque eu mesmo não a consideram como uma religião, é o fato de as pessoas não poderem casar, o voto de castidade antes do casamento e lovavel,mas a pessoa não pode casar, aí já se ver fanatismo por parte de vocês(franciscanos), os franciscanos que pregam tanto a bomdade é contra um dos maiores patrimonios que jesus deixou, a familía, esta que é constituida atraves do casamento, o que se ver nas religiões e ceitas que pregam aos menbros e dirigentes a não se casaram o almento da pedofilia, ato cuminamte nestes meios, o que não dizer da igreja catolica, que se tornou um martiri em polemicas envolvendo tal assunto.

  2. Robson Silva

    Como estudante de jornalismo e parceiro de sala de aula em tempos passados do amigo João Paulo, informar que venho atentamente apreciando esse trabalho, mas de início estou maravilhado com a composição estética, formato, pautas e o tema que é um gerador de polêmicas.
    Aguardo restabelecer contato com o João Paulo e manter troca de expeciências jornalistícas.

  3. Pingback: Ponto de Vista « "FRATELLO SOLE, SORELLA LUNA"

  4. Ir Rosenilda

    discordo do ponto de vista de Etevaldo sobre a pedofilia estar só na Igreja Católica ou nos celibatários, pois, se assim o fosse não existiria nas famílias, onde há mais casos, dessa bestialidade em nossa sociedade. E, Jesus, na Escritura coloca que alguns homens são celibatos por causa do Reino do Céu, esta citação está em Mt, 19,10-12

    • Jose Ribeiro

      O que se consagra a Deus no servico à comunidade pode ser ou não celibatário,pese o que diz Jesus…é preciso entender a essência e não a forma como o disse. Sendo Jesus a “porta” não o é na forma mas na essência do que quer dizer “entrada” para… algo. Não esquecamos que outras Igrejas tão válidas quanto a latina usam o celibato e o casamento nos seus servidores…não servem bem? servem!forcar a interpretacão é regredir 2000 anos à pobreza da comunicacão.Jesus fala do amor e é neste e com este que nos deveremos aparelhar, para servir e consagrar. Paz e bEM

  5. Leticia

    Franciscanos podem se casar?..tem como ser uma franciscana? to por fora do assunto me desculpem sou jovem ainda =)
    eu adimiro muito São Francisco de Assis, e queria saber mais sobre os Franciscanos.. ele foi um espirito muito bom que passou pela Terra…disso tenho certeza

  6. olha só admiro muito a toca de assis ..o trbalho de vcs são maravilhoso,enquanto um so sabe criticar vcs ..eu estou aqui para defender vc ..pois ..pelo menos tem alguem q se interessa pelos desamparados …..sera q esse cara q publicou essa mensagem ..sera q ele olha pelos desabrigados tambem?????? ow ele so sabe querer criticar .oq os outros escolhem ..se escolheram viver a pobreza ,a castidade a obediencia ,,problema é deles …se eles sentiram o chamado de JESUS tem q servir mesmo….pois so assim tera a certeza ..que eles verão o reino dos céus..

  7. Matheus

    Nossa vida e louvar ao senhor e pregar a palavra.deus chama pessoas para pregar a palavra dele, e em especial chamou padres e religiosos para isso,entao essas pessos como nos devem ser todo do senhor.mas deus escolhe aquelas para viverem os votos de pobreza,obediencia e castidade,para melhor pregar a palavra do senhor e nao se preocupar com outras coisas que nao sao do senhor como as coisas mundanas,e aconselhavel viver estes votos.

  8. Camila

    Etevaldo, a Toca de Assis não é uma religião e muito menos uma ceita. Ela faz parte da igreja católica. É apenas uma comunidade que ajuda os pobres e que vive para esse amor. Assim como Jesus não se casou para viver o proposito de Deus, os irmãos toqueiros também renunciou a vida conjugal para viver somente para ajudar aos pobres e para cumprir a vontade de Deus. Cada um de nós temos um proposito de Deus. Como existe aqueles que Deus querem que tenham um vida conjugal, vivendo também na castidade, pobreza e obediência, mas que vivam para os seus filhos e sua esposas, tendo como obrigação o cuidado dos mesmos. Deus também, necessita que alguns dos seus filhos deixem tudo para viver somente da sua providência. E a toca de Assis é um exemplo disso, pois largaram tudo para servir a Deus cuidando dos pobres, obedecendo os preceitos de Deus, vivendo somente para adorar ao Senhor. E além de tudo isso, essas comunidades vivem de doações, as vezes não têm nem o que comer. E se tivessem filhos?
    “Eu gostaria que todos os homens fossem como eu. mas cada um recebe de Deus o seu dom particular; um tem este dom, e o outro tem aquele. (Cor 7:7)

    • Camila

      Coríntios 9: 32-35 fala ainda que: “Eu gostaria que vocês estivessem livres de preocupações. Quem não tem esposa, cuida do Senhor e do modo de agradar ao Senhor. Quem tem esposa, cuida das coisas do mundo e de como agradar à esposa, e fica dividido. Assim também, a mulher solteira e a virgem cuidam das coisas do Senhor, a fim de serem santas de corpo e espírito. Mas a mulher casada cuida das coisas do mundo e de como possa agradar ao marido. Digo isso para o bem de vocês, não para armar uma cilada; somente para que vocês façam o que é mais nobre e possam permanecer sem distração junto a Senhor.”

  9. jessica

    nao pode se casar nao,e se doar a Deus e aos irmaos mais favorecidos
    e se entregar por inteiro a Cristo,isso e vocaçao

  10. Fernanda

    E se vc a pessoa já for casada pode deixar tudo pela vida franciscana.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s