As Vestes

Conheça as diferentes etapas pelas quais os Toqueiros passam antes de se tornarem Irmãos Consagrados


Por Ana Paula P. Sandim e  Débora Gomes

Os Toqueiros são reconhecidos nos lugares em que passam devido a maneira peculiar e característica de se vestirem. A cor marrom de suas vestes, as sandálias de couro ou chinelo Havaiana (quando não estão descalços), o cordão amarrado na cintura, a cruz no peito, o véu na cabeça das Irmãs Consagradas e Noviças, o corte de cabelo marcante dos Irmãos Consagrados. Tudo isso lhes concede um destaque maior em meio a multidão.

Até se tornarem Imãos (ãs) Consagrados, os Toqueiros passam por fases de transição.

Em cada fase, mudam-se as roupas e o significado das mesmas.
A primeira etapa, conhecida como vocacionado, dura cerca de seis meses. Nela, o jovem é ‘avaliado’ pelos Irmãos Consagrados, afim de descobrir se há mesmo vocação para a vida religiosa. Nesta fase, conhecida também como a fase da experiência, tanto  os homens quanto as mulheres usam camisetas com o nome da Toca, diferenciando-se na saia para as vocacionadas e calça para os vocacionados, ambos na cor marrom.

Vocacionado

Na próxima etapa, o jovem permanece por cerca de um ano: a etapa de aspirante. Nela, as vestes se igualam para ambos: marrom, com uma cruz que simboliza o Instituto Filhos e Filhas da Pobreza do Santíssimo Sacramento e os três votos (castidade, obediência e pobreza). Nessa fase também, é conhecido o TAU, uma espécie de crucifixo no formato de letra “T” que significa escolhido de Deus.


2ª Etapa e TAU


A terceira etapa, postulante, é um tempo para o jovem refletir e amadurecer sua vocação. É dividida em dois anos, sendo que no primeiro, além da veste marrom, há também o manto dos pobres (ou Jingle). No segundo ano (quarta etapa) a veste ganha um capuz, que simboliza a mendicancia.


3ª Etapa

O noviciado é a próxima etapa. Nela, os jovens religiosos, sob os cuidados dos Mestres ou Mestras de Noviços (as), se preparam por um há dois anos, para receber a consagração, a afirmação de seus votos. Para as Noviças, véu branco e hábito todo marrom. Os Noviços, hábito também marrom, mas com capuz. Para ambos, cíngulo (cordão amarrado na cintura) sem nó e a cruz de Noviços.


4ª Etapa

Por último, a etapa de Consagração. Nela, os jovens afirmam seus votos, mudam seus nomes e passam a ser Irmãos: os Irmãos Consagrados. As vestes em dois tons de marrom, o cíngulo com os três nós representando os três votos (obediência, castidade e pobreza), o crucifixo dos Consagrados, o véu marrom para as Irmãs e a tonsura (corte de cabelo, que representa a coroa de Cristo) para os Irmãos.

Crucifixo dos Consagrados

Ilustrações feitas por Joana Féres Ferreira

1 Comentário

Filed under Matérias

One response to “As Vestes

  1. Elizabete

    Ola boa tarde!
    Gosto muito de voces irmãos e irmãs da toca de assis.
    O mundo, a santa igreja estava mesmo precisando de algo assim tão santo, um carisma tão especial.
    Que o senhor Deus os abençoi e os conservem nesta vocação tão bonita e tão necessaria nos dias de hoje.
    Um abraço fraterno!
    PAZ E BEM!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s